Balanço pré-Carnal 2017: Largo da Batata

Whatsapp Facebook Twitter Linkedin Email

Planejado para ser o ponto de dispersão do Carnaval de rua da região, o Largo da Batata reproduziu o caos que é tão conhecido pelas ruas da Vila Madalena. Durante o fim de semana passado, quando ocorreu o pré-Carnaval, a prefeitura e os órgãos públicos tiveram a oportunidade de experimentar e observar como as novas normas do Carnaval de rua iriam funcionar. No Largo da Batata, lixo espalhado por toda parte, gente bêbada e sem controle de si mesmo, uma estação de metrô interditada devido ao enorme número de pessoas, além de relatos de furtos e brigas. Esse foi o cenário da  noite de sábado, durante o desfile do bloco Casa Comigo.  

Segundo a Prefeitura Regional de Pinheiros, 700 mil pessoas transitaram pelo local durante o desfile. O prefeito regional, Paulo Mathias, afirmou que  nem mesmo com esse número de foliões, o processo de limpeza do largo não foi alterado e foi iniciado a meia noite.

A Via Quatro, empresa que opera a linha 4-Amarela, disse que as estações Fradique Coutinho e Faria Lima tiveram que ser fechadas para o controle de fluxo de pessoas, tal medida é normal quando o trânsito de pessoas pelas proximidades das estações é muito intenso.

Multidão toma conta do Largo da Batata, na Zona Oeste de SP, no bloco Casa comigo (Foto: Reprodução/TV Globo)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *